Estamos naquela fase em que tudo parece acontecer no mundo. É a pandemia por COVID-19, sismos e agora até um navio que encalha no Canal do Suez e bloqueia parte de economia global.

Esta noite esperava-se que a operação de desencalhar o navio fosse bem sucedida com a lua cheia e a grande maré alta. No entanto, tal não aconteceu.

Ever Given é do tamanho de um arranha-céus e já “mexeu” 17 metros…

Uma nova tentativa, esta noite, de retirar o navio porta-contentores de 400 metros de comprimento encalhado há cinco dias no Canal do Suez voltou a fracassar, segundo um dos operadores daquela travessia marítima, revela a Lusa.

“infelizmente, o estado da maré não ajudou a levantar o Ever Given”, escreveu na sua conta no Twitter a empresa especializada em serviços de logística em diferentes canais e estreitos do mundo Leth Agencies.

De relembrar que, o navio, do tamanho de um arranha-céus, atravessou-se no Canal do Suez, no Egito, devido, segundo as primeiras investigações, aos fortes ventos e uma tempestade de areia, na noite de terça para quarta-feira, o que obrigou já à paragem de 326 outros navios na rota de navegação mais movimentada do mundo, segundo as autoridades locais.

Na tentativa de movimentar o navio, sem sucesso, foram utilizados 14 rebocadores, dragas e escavadoras para remover a areia em redor da proa do Ever Given. Mas já aconteceu um pequeno deslocamento.  Segundo o capitão de um dos rebocadores, ter-se-á deslocado a proa do navio cerca de 17 metros para norte, para onde navegava quando colidiu com uma das margens.

A armadora Maersk, a principal operadora no Canal de Suez, lembrou que, mesmo depois de libertado, vai demorar entre três e seis dias a desfazer o grande engarrafamento que se gerou no canal, que liga o Mar Vermelho ao Mediterrâneo, e que é a rota marítima mais curta entre a Ásia e a Europa.

Como tem sido revelado, algumas embarcações já estão a desviar a sua rota para o Cabo da Nova Esperança, para contornar a África, apesar de percorrer esta rota precisar de mais dias de navegação o que significa mais combustível.

Leia também…

 



Fonte: Pedro Pinto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.