É verdade que atualmente existem muitos protocolos para a comunicação digital, mas também é verdade que cada vez mais o Wi-Fi tem sido o protocolo eleito para os mais diversos projetos. A tecnologia Wi-Fi tem evoluído para oferecer a máxima largura de banda, mas também existem tecnologias como o NB-IoT. Esta é uma tecnologia LPWA (Low Power Wide Area), que permite obter um elevado número de ligações a dispositivos e sensores, sem interferências e com maior cobertura.

Hoje vamos falar sobre bandas ISM – Industrial, Scientific and Medical. Sabe o que são?

Qualquer tecnologia radio funciona numa determinada frequência. As faixas de frequência ISM (Industrial Sientific and Medical) são bandas reservadas internacionalmente para o desenvolvimento Industrial, científico e médico. As frequências usadas podem variar de país para país, por isso é sempre importante saber qual a informação do regulador de comunicações.

Em Portugal, a ANACOM disponibiliza um longo documento que contem um longo quadro de atribuição de frequências.

Quais são as bandas ISM?

Como referimos as frequências podem variar entre países. Este conjunto de bandas não é licenciado, tendo com restrição apenas a potência do sinal. Esta limitação deve-se ao facto de se conseguir limitar interferências entre sistemas coexistentes.

A banda dos 433Mhz é bastante usada na Europa, Oceânia, América Latina e Ásia.  Dentro da faixa de frequência de 433Mhz, um canal específico é o dos 433.200Mhz, os seguintes são atribuídos com saltos de +25khz até um total de 69 canais, por exemplo, o próximo seria de 433.225 Mhz e assim por diante.

A faixa dos 915 Mhz é quase exclusiva para o mercado norte-americano para equipamentos de controlo remoto industriais.

O espectro de frequência 2,4GHz é de grande importância para as telecomunicações, pois é nesta frequência que operam diversas tecnologias de comunicação. Exemplo disso são o Bluetooth (IEEE 802.15.1), WI-FI, além de equipamentos que utilizam tecnologia de espalhamento espectral, telefones sem fio e fornos de micro-ondas. Além da gama de frequências dos 2,4 Ghz, também a frequência dos 5Ghz é considerada uma banda ISM.

Exemplos da utilização de bandas livres

  • Banda dos 2,4 GHz: WiFi, Bluetooth e Zigbee.
  • Banda dos 5 GHz: WiFi
  • Banda dos 868 MHz: Zigbee, LoRa o Sigfox
  • Banda de 434 MHz
  • Frequências RFID: (13,56 MHz, 125 kHz, etc).

Leia também…

 



Fonte: Pedro Pinto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.